Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

Get Up and Play

Há dias estava sentado a tomar o pequeno-almoço, e vi um anúncio genial.
O anúncio em si pertence a uma marca de detergentes, mas apesar disso, não deixa de ser extremamente bem concebido.
Começa com um cão que esta no quintal a brincar a chuva, e vem para dentro de casa. O cão ao entrar dentro de casa sacode-se, e a sujidade vai para cima de um pequeno robô, que, com a curiosidade acaba por também sair para a rua, e sujar-se e assim se transforma num menino.

Ora, ao ver este anúncio pus-me a pensar nas diferenças entre o tempo em que eu era miúdo, e a infância que as crianças têm agora.

Hoje em dia as crianças vêm tanta televisão que eu já costumo dizer que é a televisão que cria as crianças. Sabem os nomes todos das novelas, das personagens, as musicas, etc. Até já se vestem como as personagens favoritas.

Passam horas a fio enfiados nos computadores, a jogar consola, a jogar no telemóvel, etc. Atingimos um ponto, onde um miúdo com 10 anos, já exige, e tem, um telemóvel topo de gama.

E o pior de tudo é que os pais até preferem assim. Passam horas a fio a trabalhar, em trabalhos que odeiam, e depois, para terem paz e sossego em casa, preferem terem os miúdos com a cara enfiada na televisão.

Outros dizem que é para afastar as crianças dos perigos que existem no exterior. Mas todos sabem que os problemas podem ir ter com as crianças a casa. Prova disso são os casos de pedófilos na Internet a falar com crianças em programas de chat sem qualquer protecção ou supervisão dos pais.

Tenho saudades do tempo em que para sermos felizes nos bastavam 2 pedras para fazer a baliza, e uma bola de futebol, ou até mesmo uma lata. E o campo normalmente era a estrada. Saudades do tempo em nos esfolávamos, tempo em que podíamos dizer que vivíamos.

Ainda nem sabíamos o que era um computador e também não precisávamos. Precisávamos era uns dos outros, precisávamos de um pau para fazer de pistola, de um berlinde para passar horas a fio a jogar ou talvez nem precisasse-mos de nada, porque a nossa imaginação muitas vezes chegava.

Deixem as crianças correr, saltar, gritar, partir, sujar, explorar….porque elas são isso mesmo, são crianças e não robôs.
publicado por Jorge Miguel às 16:10
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2008

Valentine's Day

A palavra amor (do latim amor) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atracção, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objecto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e alimentar as estimulações sensoriais e psicológicas necessárias para a sua manutenção e motivação.

Para quem não sabe o que é o amor aqui fica o seu significado, mas será que hoje em dia ainda existe amor?

Claro que depende de que tipo de amor estivermos a falar, mas será que ainda faz sentido comemorar o dia dos namorados, apesar de este ser um hino ao consumismo desbravado?

Vivemos numa era onde julgo que já não me faltará ver nada. E no meu ramo acabamos por ver muitas coisas que sinceramente não me parecem muito normais.

Vejo cada vez mais casais de namorados em que a mulher se dá ao trabalho de servir o homem, e se isto ainda não fosse suficiente, ainda tem que lhe cortar a comidinha toda. Vejo mulheres a pagarem a conta do restaurante aos namorados, mulheres a serem exibidas como se de meros objectos decorativos se tratassem.

Numa era em que somos considerados pessoas cultas e evoluídas, não deveríamos saber melhor afinal o que é o amor? Aprendemos o amor nos filmes, nos livros e até nas músicas, mas será que o vemos nas nossas vidas?

Conhecemos pessoas apenas através da Internet, através de telemóvel, começamos também a utilizar a vídeo-conferência que nos permite não só falar com a pessoa mas também poder vê-la. Atingimos um ponto de tamanha hipocrisia em que basta enviar uma mensagem com o nosso nome mais o nome de outra pessoa para saber se existe alguma hipótese de amor, poupando-nos assim, pelo menos na teoria, a horas intermináveis de choro, noites sem dormir e horas de psiquiatras.

Procuramos em vão o significado de amor no dicionário, quando o deveríamos procurar na vida, nas pessoas a nossa volta.

Usamos apenas a palavra e não o sentimento que traz agarrado. Amamos objectos, animais, mas será que amamos pessoas?

Mas não será a isso que chamam de vida? O experimentar? A duvida? A incerteza? A aventura? E finalmente o prazer da conquista? Será que estamos a parar de viver?

Com tudo o que vejo hoje em dia, por vezes penso que estou a ver um filme, num qualquer cinema, à espera que o filme acabe, as luzes se acendam, a sala esvazie, eu saia calmamente, e ao chegar cá fora pare e pense para comigo: “voltei à realidade”.
publicado por Jorge Miguel às 17:28
link | comentar | ver comentários (7) | favorito

Ultima Hora......

A todos os PORTUGUESES
 
Precisamos da sua ajuda!!!
 
Grupo armado auto-denominado ' Mensageiros de A-Ka' raptou esta manhã um grupo de deputados que se encontrava nos gabinetes da Assembleia da República (felizmente que às 09 horas não estavam lá muitos).
 
Estão a exigir o pagamento de 15.000.000 de euros em troca da sua libertação.
 
Se não for pago dentro de 24 horas, vão regá-los com combustível e  queimá-los vivos.

Estamos a organizar uma colecta e necessitamos da sua ajuda !!!!
 
Conseguimos atá agora:
 
580 litros de gasolina Sem Chumbo 95
320 litros de gasolina Sem Chumbo 98
125 litros de gasoleo
175 de gasoleo agricola
78 caixas de fosforos
21 isqueiros
 
Não mandem álcool, pois o mesmo pode vir a ser consumido pelos deputados.
 
Aceitam-se tambem botijas de gás.
 
Se você apagar esta mensagem, é porque não tem coração...Por favor,
leia e ajude...
 
PORTUGAL PRECISA DE SI !!!
publicado por Jorge Miguel às 01:06
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Chamem a policia

. Espelho meu, espelho meu

. "Movido a Vontade de Vend...

. Policias á portuguesa

. Sexo, drogas e rock & rol...

. Get Up and Play

. Valentine's Day

. Ultima Hora......

. Repensar o natal

. Macacos me mordam

.arquivos

. Junho 2008

. Abril 2008

. Fevereiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds